Mercado ilegal de perfumes importados se equipara a legal: Sistema tributário brasileiro é apontado como o maior culpado deste cenário.

Já parou para pensar de onde vem aquele perfume importado que é vendido pela internet, por meio de sites de leilão, a um preço mais camarada do que nos “Duty Free Shops”? Muito provavelmente ele é um perfume pirata. O mercado mais afetado pela pirataria no país, em termos proporcionais, não é o de roupas, cigarros ou brinquedos, mas o de perfumes importados.

De acordo com dados do Fórum Nacional Contra a Pirataria e Ilegalidade (FNCP), mais da metade do mercado de perfumes importados é ilegal. O valor movimentado pelo mercado legal foi de R$ 2,1 bilhões, enquanto o ilegal faturou R$ 2,3 bilhões. Os dados mais atualizados são de 2014.

“De lá para cá, a informação é que esse número do ilegal caiu, por uma questão econômica. Ou seja, a retração trouxe impacto no contrabando, mas ainda é um número muito expressivo e que se equipara ao mercado legal”, afirma Edson Vismona, presidente do FNCP.

Os produtos falsificados vêm, em sua maioria, da China, e entram na América do Sul, pelo Paraguai, Uruguai e Bolívia. A região do lago de Itaipu, no Paraná, no oeste de Santa Catarina são dois exemplos de rotas. Os criminosos se utilizam tanto dos meios fluviais quanto terrestres.

Os perfumes falsificados são vendidos não apenas em barracas de ambulantes ou lojas de periferia, mas até mesmo em lojas de shoppings e pela internet onde “alguns sites vendem produtos chineses e as pessoas recebem pelo correio”.

Segundo dados da Receita Federal, ao longo do ano de 2016 foram realizadas 2.345 operações de vigilância e repressão ao contrabando e descaminho. A apreensão de perfumes irregulares chegou a R$ 12,9 milhões, cifra inferior aos R$ 15,5 milhões apreendidos em 2015.

Saúde
De acordo com a Lei 6360/76, os perfumes corporais e para ambientes estão sujeitos à vigilância sanitária. Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a Resolução RDC 7/2015 “define os perfumes como produtos isentos de registro que devem ser regularizados por meio de notificação no sistema eletrônico da Agência”.

Para notificar um produto, a empresa fabricante ou importadora precisa ter autorização de funcionamento concedida pela Anvisa. Os cosméticos sujeitos a notificação, como é o caso dos perfumes, devem seguir os parâmetros de segurança estabelecidos na regulamentação sanitária.

Há, inclusive, riscos para o consumidor. Na minoria dos casos os produtos mais baratos são colocados em embalagens e vasilhames dos produtos mais caros. “Pode acontecer de não colocarem nada significativo, mas não há garantias, e se evaporar muito rápido com certeza não é perfume. Mas não temos como avaliar nem o que contém esses produtos adulterados exatamente”, diz Vismona.

Segundo a médica dermatologista Vanessa Paião Azevedo, por serem produtos aplicados diretamente na pele, se os perfumes não forem devidamente testados podem levar a reações alérgicas e inclusive respiratórias por meio da evaporação inadequada do produto. O risco aumenta se forem produzidos com água e etanol de baixa pureza. Além disso, em pessoas hipersensíveis, as reações podem ser mais graves.

Em geral, se o produto modificado apresentar, além da mistura de água e etanol de baixa qualidade, conservantes com diferentes níveis de toxicidade, o perfume pode sofrer mais influência da degradação pela luz e fatores ambientais, decompondo-se em substâncias mais alérgicas. “A longo prazo, poderão causar alergias, manchas e problemas respiratórios”, diz Vanessa.

O problema tributário
Segundo Jacob Nir, presidente do Conselho de Administração da Associação dos Distribuidores e Importadores de Perfumes, Cosméticos e Similares (ADIPEC), o principal causador de metade do mercado de perfumes ser ilegal é o sistema tributário brasileiro.

“O grande problema do mercado é o sistema tributário, essa carga anormal, não ética. Qualquer economista no Brasil sabe muito melhor que eu que o Brasil poderá arrecadar mais impostos com uma carga tributária menor do que tem hoje. O Brasil poderia virar um país de consumo”, afirma.

De acordo com Jacob, o sistema tributário incentiva a desonestidade. “O brasileiro não tem dinheiro, mas também quer comprar. O que ele vai fazer? E isso não é só com perfumes. Para tomar uma cachaça é 80% de imposto para um produto brasileiro”, afirma.

Para Jacob, não existe uma razão lógica para que o consumidor brasileiro pague pelo mesmo produto o dobro do que um consumidor americano, que tem mais dinheiro. “Nos EUA pode entrar produtos do mundo inteiro sem ninguém reclamar. Sem pagar imposto absurdo, e a indústria americana continua existindo”, critica.

Na opinião dele, não há condições atualmente de o Brasil fiscalizar um mercado gigante de ilegalidade. Além disso, seria necessário combater a causa do problema – na visão dele, os impostos. “O Brasil não consegue parar a entrada de armas, vai conseguir parar de perfumes? Na prática, não há solução, não adianta projetos de lei, já tivemos muitas reportagens sobre contrabando, e nada muda. Não adianta prender 5, 10 contrabandistas. Nada mudará sem alterar a tributação”, critica.

E, faz uma pergunta contundente: “qual a lógica de uma pessoa no Paraguai pagar menos do que um brasileiro em um carro que é feito no Brasil?”.

Na fronteira
Segundo o delegado de Polícia Federal Fernando Bertuol, que atua em Guaíra, no Paraná, a cidade ultrapassou Foz do Iguaçu, também no Paraná, em quantidade de presos em flagrante por contrabando e descaminho.

“Prendemos mais gente que Foz. O descaminho deu uma caída boa ultimamente, mas ainda é grande. Além de cigarros, produtos mais apreendidos são roupas, perfumes, eletrônicos, etc.”, diz.

Segundo o delegado, as operações de combate ao contrabando normalmente ocorrem da seguinte forma: inicia-se uma interceptação telefônica, após 9 meses de escuta, estudo das rotas e horários, parte-se para a ação. No entanto, “cada situação tem uma casuística”. Contudo, investigações sobre tráfico de drogas são muito mais frequentes do que as de contrabando.

Sobre os perfumes especificamente, o delegado conta que não há nenhum procedimento ou perícia para saber se houve adulteração do líquido, já que os produtos apreendidos “já entram no Brasil como descaminho”.

Fonte:

https://www.jota.info/justica/mercado-ilegal-de-perfumes-importados-se-equipara-a-legal-21062017

Review: Luminus Hair Shampoo + Condicionador + Cápsulas

Olá gente,… tudo bem?

Agora estou voltado com mais um Review só que dessa vez sobre os queridinhos da Luminus Hair.

Eu comprei ano passado o combo anunciado no site da Luminus de Shampoo + Condicionador + 5 ou 7 potinhos de cápsulas de vitaminas deles pra testar o crescimento dos meus fios.

E o resultado usando os três produtos combinados foi esse:

inicio

Essa foto foi tirada dia 22 de setembro de 2018 quando comecei a usar os três produtos.

E essa foto foi tirada dia 2 de outubro:

mais cheinho

A franja tinha dado uma diminuída porque eu sem querer queimei ela usando o secador hahahahaahaha

Mas eu achei que dos lados ele tinha criado volume… minha cabeça estava raspada antes… e tava bem batidinha… e usando os produtos eu senti que ela deu um volume.

Mas agora, fazendo esses posts eu acho que os produtos da Lee Stafford são mais eficientes.

Acho que vou manter só as vitaminas da Luminus Hair. E não vou usar mais nem o Shampoo nem o Condicionador porque achei que eles não cumprem com o prometido.

185193-reprovado

Taí as provas pra vocês verem os resultados depois do meu uso dos Shampoo e Condicionador Luminus Hair + Cápsulas, tirem suas próprias conclusões.

Até o próximo post,

Beijos

Mah.

Review Lee Stafford: Shampoo + Condicionador.

Olá gente! ❤

Voltando com novidades quentinhas aqui pra vocês sobre meu shampoo e condicionador para crescimento capilar que estou usando atualmente.

O que escolhi pra esse momento é o da linha Lee Stafford e estou usando tanto o Shampoo quanto o condicionador.

Eles são esses aqui ó:

leeStafford

Eles prometem o crescimento do cabelo quando eles já estão empacados em um certo comprimento e não querem mais sair daquele lugar, sabe?

E funciona mesmo!

O meu cabelo antes de eu começar a usá-los estava assim:

 

Eles estvam desiguais dos dois lados, porque eu mesma tinha feito esse corte no meu cabelo hahahahhaha e ficou assim meio tortinho…. mais cheio de um lado e mais vazio do outro ….

Só que aí eu comecei a usar esse shampoo e esse condicionador… e de 14 de janeiro que são essas primeiras fotos até 21 de fevereiro que são as próximas fotos, meu cabelo ficou assim:

mamiorzinho

A franja cresceu bastante e o comprimento dele também… eu já taquei a tesoura nele de novo… dei umas cortadinhas de novo! Eu realmente preciso parar com isso! mas no geral o cabelo cresceu muito pra um mês de uso dos produtos e estou bem feliz com o resultado!

Vale lembrar que eu uso todos os dias o Luminus Hair em cápsulas. E que com certeza esse resultado é potencializado pelo uso dessas vitaminas.

Mas no geral eu acho que o Lee Stafford cumpre muito bem com o que promete.

Agora o que eu mais quero é comprar a máscara de hidratação da Lee Starford.

Que é essa aqui ó:

resenha-mascara-hair-growth-lee-stafford-ohlollas

Pelo que eu li sobre ela, ela é cheia das proteínas, riquíssima! Justamente o material que constitui nosso cabelo. E faz o cabelo crescer ainda mais! Um luxo!

Bom, esse foi o review com fotos autênticas que comprovam os resultados e espero que vocês tenham gostado!

Até o próximo post!

Beijos,

Mah!

Captura de Tela 2019-02-27 às 03.02.04

Evolução do meu Cabelo. 2018/2019.

Olá.. esse post é antigo…. foi um dos que foram deletados quando resolvi que não ia mais bloggar aqui, mas agora decidi voltar com ele porque estou um pouco ansiosa pro meu cabelo crescer e o que decidir fazer com ele – se corto a franja ou não… – e resolvi fazer uma retrospectiva deeeesde lá o comecinho do meu primeiro corte do meu cabelo no ano passado pra ficar mais feliz com meu cabelo.

Então vamos lá:

Ano passado eu estava com o cabelo bem compridinho até… aí eu fui lá no Soho da Vila Mariana e procurei o Fausto pra ele fazer californiana em mim, mas ele falou que o meu cabelo não aguentaria a química e deu como desculpa que meu cabelo estava com alisamento sendo que eu não fazia esse tipo de procedimento a pelo menos uns 3 anos e eu já vinha cortando o cabelo de tempos em tempos. Ou seja, impossível isso ser verdade. Aí ele disse que eu tinha que fazer um tratamento primeiro no cabelo pra depois poder fazer a californiana e esse tratamento custava uns 400 reais e eu tinha que fazer pelo menos 3 sessões dele de 1 em 1 meses até poder fazer a californiana.

cabelo1

 Meu cabelo estava assim e eu mesma já tinha feito um teste de mecha caseiro em casa que mostrava que meu cabelo aguentava sim uma descoloração como vocês podem ver na foto.

Aí eu fiz a primeira sessão do tratamento fajuto do cara mas saí do salão me sentindo enganada.

Saí de lá e poucos dias depois eu cortei o cabelo.

#shortHair

Ah é, isso tudo em 2017 ainda… quando eu estava fazendo faculdade de Design.

Aí fiquei com o cabelo assim um bom tempo. curtinho e não mexi mais nele…. fui deixando crescer.

Quando ele cresceu mais um pouquinho eu pintei ele de rosa.

Tô rosa! 💖 #pink

E foi aí que meus problemas começaram… na real eu estava muito feliz com meu cabelo rosa. Mesmo. de verdade.

Primeiro porque nenhum salão que eu fui queria fazer ele rosa assim.

Fui no Retrô Hair e eles se negaram a fazer, alegando a mesma coisa do Soho: que eu tinha alisamento sendo que eu não tinha. E que meu cabelo não ia aguentar a química.

Aí eu já tava puta que esses salões metidos a besta não queriam fazer o serviço em mim e resolvi ir no salão aqui do bairro e fazer em alguém que estivesse disposto a fazer o serviço na minha cabeça.

Dito e feito. Aqui no salão simplérrimo do bairro eles fizeram meu cabelo rosa, ficou lindo e eu fiquei satisfeita.

Depois eu mesma pintava meu cabelo sozinha em casa quando precisava retocar a cor.

Tava tudo lindo e perfeito. Claro que quando desbotava a cor meu cabelo ficava horroroso mas era só pintar de novo que ele voltava a ficar lindo de novo…. e isso era uma coisa que eu tinha que fazer TODA SEMANA. Quem tem cabelo colorido sabe do que eu estou falando….

Beleza. Aí eu resolvi entrar numa agência de modelo. E lá eles criticaram meu cabelo cor de rosa e me obrigaram a pintar meu cabelo de castanho. Por cima da tinta rosa.

Meu cabelo ficou um LIXO.

lixo

Aí eu tentava recuperar ele de todas as formas mas não tinha mais jeito… ele estava morto. E em tudo quanto que era lugar que eu ia – seja na agência ou em salões tipo o Retrô Hair – eles me falavam: Seu cabelo é ruim. Seu cabelo é feio. Assim… com esse seu cabelo…. e me botavam pra baixo, me denegriam.

Aí eu entrei um dia num salão ali na Ana Rosa que eu gostei do cabelereiro de lá, depois de ter ido mais uma vez no Retrô Hair e eles terem me denegrido e falado que meu cabelo não dava nem pra fazer um corte e resolvi que eu ia fazer um corte radical nesse salão.

E cortei o meu cabelo assim:

punk

Ficou super estiloso na época e eu tinha adorado do jeito que tinha ficado.

Fiquei um tempinho com esse corte mas era difícil manter ele e logo depois de um tempo eu voltei pra academia e lá na academia eu não me sentia bem usando esse cabelo … sei lá… era uma fase que eu não tava bem comigo mesma… e aí eu meti a tesoura no cabelo eu mesma.

Isso já era junho de 2018.

deuruim

Nessa época no início do ano eu tinha parado de frequentar o N.A pela primeira vez na vida pra sempre, tinha tomado essa decisão de nunca mais voltar praquela merda de irmandade. Me decepcionei com as pessoas de lá e com o propósito da irmandade que não existe. E eu estava tendo dificuldades até o meio do ano de ficar numa boa sem a ajuda de ninguém.

E foi nessa época que eu tinha conseguido parar de beber pela primeira vez desde o início do ano – que eu estava bebendo todos os dias – e que eu tinha decidido voltar a fazer dieta e entrar novamente na academia.

E eu estava com os sentimentos todos embraralhados e confusos…. e o meu cabelo refletia isso. Eu não aguentei ficar com o corte estiloso… eu acabei metendo a tesoura nele e deixando ele uma merda. Porque eu estava ansiosa demais um dia e pensei “preciso me livrar de todo cabelo ruim que eu tenho e começar do zero”. Eu não sei explicar de onde veio essa ideia … mas era só o que passava na minha cabeça…. eu realmente estava mal.

Aí meu cabelo foi crescendo e eu fui melhorando. Em todos os aspectos.

melhor

foto1foto2

foto3foto4foto5foto6foto7foto8foto9

foto10foto11foto12foto13foto14

Eu fui melhorando a cada fase, malhando, fazendo dieta, ficando longe de bebida… aprendendo a beber socialmente…. e não daquele jeito que N.A me dizia que eu só sabia beber… fui aprendendo que eu não preciso da ajuda de ninguém pra fazer as coisas certas. Que eu só conto comigo mesma. Fui aprendendo a ficar longe de quem me atrapalha, de quem tem energia negativa. Fui evoluindo…. e meu cabelo foi crescendo junto, saudável, macio, brilhoso… e natural. ❤

E já está bem grandinho.

E eeeeessa foi a evolução do meu cabelo de 2018 – da fase mais trash dele até 2019 agora… iniciando a história dele lá em 2017. ❤

Em breve farei posts sobre os produtinhos de cabelo que eu uso e tal e comentarei novas coisas aqui com vocês.

Beijundas,

Mah.

 

Purpurinas e Glitters biodegradáveis para pular o Carnaval

Carnaval rolando e muitos de vocês já devem ter ouvido falar que o glitter faz mal pro meio ambiente, poluindo oceanos, fazendo mal pros peixes e coisa do tipo… e que uma solução que as pessoas tinham encontrado era utilizar o glitter de confeiteiro!

Pois bem, empolgada com meus estudos de Biologia, minha mãe ficou mais atenta às notícias do jornal e me contou que já existe um glitter que não agride o meio ambiente!!!

Existe um glitter biodegradável chamado EnviroGlitter disponível em várias cores e feito de minerais. Além disso ele é vegano e Cruelty Free (ou seja, não é testado em animais). Ele é vendido nessa página:

https://nurturesoap.com/collections/enviroglitter

Ele custa U$ 1.80 e está disponível em 18 cores!

Existe ainda marcas brasileiras de purpurinas biodegradáveis e orgânicas como as Giltra Bio que fabrica purpurina biodegradável á base de plantas, sem microplásticos e entrega pra todo o Brasil e é vendida na Aldeia 445 em São Paulo – Rua Lisboa, 445 em Pinheiros.

Giltra

Tem também a Brilhow que comercializa Glitter biodegradável artesanal. Tudo é feito por duas biólogas marinhas do Rio de Janeiro e dá pra encomendar pelo brilhow.vendas@gmail.com

 

brilhow

Tem também a Lá do Mato que produz Glitters com matérias-primas naturais como urucum, beterraba, carvão vegetal e clorofila.

La_Do_Mato

E tem a Zim Color que tem por exemplo o Pó de Estrela, um Glitter feito com mica, um mineral encontrado na natureza que não agride o meio ambiente, a pele nem os animais (e se eu estudei bem a matéria do site Química em Ação, a Mica vem do Granito, é um de seus componentes).

pocc81-de-estrela.jpg

Temos o Pura BioGlitter feito todo com algas e minerais.

GlitterEcologico

E pra fechar com chave de ouro esse post, a marca gringa Eco Stardust disponível no site da ASOS.

BiodegradableGlitter
Agora com tantas opções pra não poluir o meio ambiente, não tem como você não fazer sua parte!

 

Fonte: http://onthelist.com.br/noticias/2018/02/brilho-do-bem-vem-ver-onde-achar-purpurinas-e-glitters-que-nao-agridem-o-meio-ambiente

 

Batom Novo #1

Olá!!! Com essa crise não tá dando pra comprar um batom da Mac de bobeira né?

Então hoje eu resolvi entrar no Boticário pra ver se tinha alguma novidade e achei um batom lindo!

Então pelo que entendi é da coleção Intense 7 tentações e a cor é a Agarre mas o link pra esse produtinho incrível e mais todas as outra 6 cores da coleção você encontra aqui.

O único problema desse batom é que ele parece manchar bastante…. passei na minha mão e pra tirar depois só esfregando muito! Imagina na boca…

 

11778036_10153048600237816_236604575_n

 

11774815_10153048773502816_877765012_n

 

11754109_10153048809162816_2075768625_n

 

11758867_10153048809292816_1456836765_n

The Beauty Box

A loja Beauty Box aberta recentemente no Shopping Cidade São Paulo na Avenida Paulista é a coisa mais fofa desse mundo!

11798283_10153055597087816_433705484_n

O que mais me chamou atenção foram os vários produtos Cruelty Free que encontrei por lá, ou seja, são aqueles produtos de beleza que não foram testados em animais para serem fabricados e te deixar mais bonita!

E a marca Cruelty Free que tem lá é a The Balm Cosmetics que tem o design das embalagens todos vintages, com imagens de praia anos 50, Pin Ups, Melindrosas e tal.

Dá uma olhada: Muito fofo!

11774627_10153055597697816_1225075055_n

11798189_10153055597612816_1942279826_n 11780503_10153055597557816_1950444341_n 11793283_10153055597507816_316228894_n
Além dessa marca tem várias outras que não são Cruelty Free mas são incríveis, como a Bourjois, Lancôme, Revlon, Clinique… Que são umas marcas um pouco mais caras, com produtos diferenciados e consagradas no mercado.

A loja também conta com diversos perfumes importados maravilhosos como o Euphoria da Calvin Klein, o Flower by Kenzo, J’Adore da Dior, entre outros…

E em meio a isso tudo tem também uma marca que eu simplesmente AMO, que é super tradicional, que minha vó usava, minha mãe usava e hoje em dia eu uso. É a Granado.

Nessa loja eles vendem esfoliante, gel para pernas cansadas, escalda-pés, creme para cutículas e o que eu mais gostei foi de ter achado a cera nutritiva para unhas e cutículas! Eu conheci essa cera no salão que eu frequento um dia desses quando a manicure nova passou na minha mão e eu senti um cheirinho super agradável. Ela disse que dava pra achar em farmácias também esse produto mas eu acabei achando também na Beauty Box.

11787231_10153055597472816_766774750_n

Eu já testei esse produto e super aprovo! Você vai e faz a unha e cria um hábito de estar sempre hidratando as unhas e cutículas com essa cera. É super simples, é passar o dedo no potinho e aplicar o produto nas unhas. Sabe aquelas pelezinhas que vão machucando o dedo e dando vontade de roer os dedos e as unhas? Então: isso some! Porque fica super hidratado que você conserva a unha super bonitinha e os dedinhos lindos também. E parece que o esmalte dura mais tempo nas unhas sem quebrar. É super bom! Recomendo!

11798389_10153055629337816_599109502_n

Eu saí de lá com uma sacolinha de compras super fofa e levei dois produtinhos legais: Um rímel preto da The Balm Cosmetics que estava com 30% de desconto e um sabonete da Phoebo super refrescante que minha mãe levou pra ela. 🙂

11721800_10153055597192816_1957754724_n

11805977_10153055699772816_1003570770_n

E aí, já foram conhecer essa loja e curtir muito os produtos bacanas que tem por lá?

Aproveita e me conta o que achou dos Produtos da Beauty!!!

11780481_10153055597262816_1612703499_n