Ex’s… um novo começo!

ex-modelos

Nesse último finds, no domingo, rolou uma matéria bem bacana no caderno Feminino do Estado de São Paulo falando sobre as Ex-modelos e como elas investiram em um plano B para o futuro pós-passarelas. Elas dão dicas pra quem ainda está na estrada para que se preparem melhor pra vida.

Vou transcrever alguns trechos da matéria pq estou bem com preguicinha de fazer um resumo com minhas próprias palavras… pode ser?

Então vamo lá.

“Vida de modelo não é nada fácil. Elas perambulam de agência em agência com seu book debaixo do braço; passam por testes intensos diariamente, tem de fazer dieta, evitar o sol e se cuidar para não ganhar um centímetro que seja no quadril. Mas há também a parte glamurosa: convites para festas, roupas de grife, tratamentos de beleza e as oportunidades de viajar pelo mundo. E é nesse ponto que jovens podem se deslumbrar.

Estudar, ficar antenada, garantir algo além do rostinho bonito e soltar o seu grito de independência pode ser uma boa receita. A maioria ds modelos torna-se produtoras de moda, booker, dona de loja, fazendeira, ou simplesmente, vive de renda. Mas quando há o ingrediente sorte – e taletno, é claro -, o destino mais comum é tornar-se atriz ou apresentadora.

O ideal é não perder oportunidades e sempre fazer contatos, para abrir caminhos. Uma modelo que viajou pra China, onde enxergou outros negócios, passando a importar diversos produtos para o Brasil é um dos exemplos. Quando Mônica Rizzo viajava para o exterior tentava algum estágio em restaurantes renomados, paralelamente aos castings e hoje comanda o restaurante Maní, em São Paulo.

Para a autora do Guia de Modelo, Érica Muñoz, é importante tomar cuidado para não cair em armadilhas. Deve-se investir em um book bem produzido, com um fotógrafo profissional especializado em moda, procurar uma agência grande, não acreditar em qualquer pessoa, não deixar de esudar nem perder oportunidades de viajar pra fora do país. “A diferença em quem se destaca é a esperteza e a atitude. enfatiza.”

***

Na foto aparecem em ordem cerscente Carol Ribeiro, Helena Rizzo, Sâmia Maluf, Margareth Libardi e Silvia Pfeifer.

E eu abro aspas para Carol Ribeiro que na matéria diz assim sobre ela:

“A paraense Carolina Ribeiro trabalha com moda desde os 15 anos. Acaba de completar 30, tem um filho de 5 e é casada há 13 anos. Consolidou a carreira em território nacional, enquanto viajava por Nova York, Paris, Milão e Londres. Depois de estrelar campanhas da Gucci, Louis Vuitton, Valentino e Revlon (substituindo Cindy Crawford), além das capas de revistas como Vanity Fair, Vogue e Elle, entre tantas outras, comandou por um ano o programa A Fila Anda da MTV.
Neste ano, passou a apresentar o IT MTV, direto de Nova York, onde passou a viver com o filho e o marido, mas já tem planos de voltar para o Brasil em 2010. Ela fez curso de edição e sempre produziu o programa junto com a equipe. “Eu realmente entendo do que estou fazendo”. Avisa.”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s